Comec conhece experiência do Rio de Janeiro em elaboração do PDUI

A Comec recebeu na manhã desta terça-feira (21) o arquiteto e urbanista Vicente Loureiro, em uma reunião para debater o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado – PDUI, da Região Metropolitana de Curitiba. Loureiro foi diretor executivo da Câmara Metropolitana do Rio de Janeiro no período em que foi elaborado o PDUI da Região Metropolitana do Rio. Ele atendeu o convite do presidente da Comec, Gilson Santos, para expor os desafios e soluções encontradas na elaboração do Plano da cidade.

“O PDUI de uma cidade com as dimensões do Rio de Janeiro não pode deixar de ser uma referência para Curitiba. Ter a oportunidade de conversar com pessoas que estiveram diretamente envolvidas neste processo é um enriquecimento”, disse Gilson Santos.

Comec recebe Vicente Loureiro, ex-diretor da Câmara Metropolitana do Rio de Janeiro para debater PDUI.
Curitiba, 21/05/2019
Foto: Maurilio Cheli

Desde o início desta gestão, a Comec iniciou o processo de elaboração do PDUI da RMC, que foi dividido em seis etapas: preparação, definição do escopo, elaboração, consolidação do plano, aprovação e revisão. Atualmente a Comec trabalha na elaboração do Termo de Referência, que permitirá a licitação da empresa que responsável pelo PDUI, sob a coordenação da Comec.

ORIENTAR – Todo o processo, até a entrega final do Plano, deverá levar em torno de dois anos e custar cerca de R$12 milhões. “A elaboração do PDUI é um processo longo, porém importante e orientará o crescimento da RMC pelos próximos 20 anos ou mais. Por isso, a participação de toda a sociedade neste processo será fundamental”, afirmou o diretor-geral da Comec, Raphael Rolim.

O PDUI é um documento legal de planejamento que estabelece diretrizes, projetos e ações para orientar o desenvolvimento urbano e regional das cidades, buscando reduzir as desigualdades e melhorar as condições de vida da população metropolitana, fixando também as bases de atuação conjunta entre estados e municípios.

O PDUI da Região Metropolitana do Rio de Janeiro contou com um amplo processo participativo, com mais de 3 mil colaboradores, tendo como horizonte o ano de 2040. Seus estudos e documentos somam mais de 5 mil páginas de textos e cartografias, dispostos em 18 relatórios e uma publicação final com cerca de 800 páginas.

Participaram da reunião o chefe de gabinete da presidência, Gabriel Hubner, o diretor técnico, Felipe Constantino; o diretor de transportes, Wilianson Correa; o coordenador DIVFC Jean Dal Pra; o técnico de planejamento Milton Campos e a diretora do Departamento de Infraestrutura da Prefeitura de Pinhais, Karime Fayad.

(AENotícias)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.