Chanceler da Venezuela acusa Pompeo de “fabricar pretexto para guerra”

O chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, acusou o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, de estar “desesperado para fabricar um pretexto para a guerra”. Em mensagem publicada no Twitter, neste domingo (24), o venezuelano disse que a “falsa operação” para levar ajuda humanitária ao país “se saiu mal”.

“Se quer encontrar aqueles que queimaram o caminhão com falsa ajuda humanitária, que busquem entre seus assalariados”, disse Arreaza a Pompeo.

Ele acusou ainda o secretário norte-americano de “especialista da CIA em operações de alarme falso”. “Crê que engana o mundo com um caminhão queimado na Colômbia por seus próprios agentes”, disse.

No sábado (23), Pompeo usou as redes sociais para dizer que os Estados Unidos “condenam os ataques contra civis na Venezuela perpetrados por Maduro”. O secretário de Estado também acusou o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, de ter recusado a chegada da ajuda humanitária.

“Que tipo de tirando doente impede a comida de chegar às pessoas com fome?”, perguntou Pompeo, no Twitter.

Ontem, foram registrados conflitos na fronteira entre Venezuela e Colômbia. Ajudas humanitárias internacionais foram barradas na fronteira.

(Agência Brasil)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.