Cerca de 820 milhões de pessoas passam fome no mundo, estima ONU

Doação de alimentos aos haitianos em Porto Príncipe (Marcello Casal / Arquivo / Agência Brasil)

Cerca de 820 milhões de pessoas passam fome no mundo, segundo o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres. Em mensagem divulgada hoje (16), no Dia Mundial da Alimentação, o secretário-geral pede que uma comunidade internacional se comprometa

Renda revertida para projeto missionário. (Venda somente em Cascavel)

As pessoas têm acesso a uma dieta saudável e nutritiva.

De acordo com o secretário-geral, em cada grupo de nove pessoas, uma “não tem o suficiente para comer”. A maioria é mulher.

Guterres adicionais ainda que cerca de 155 milhões de casos de dor de cabeça de subnutrição crônica e podem ter problemas de crescimento durante toda a vida. Em redor do mundo, há 1 bilhão de unidades de comida para despertar todos os anos, que são quase todos os anos mortos. Para isso, isso é intolerável.

Ele é responsável por um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com uma dieta alimentar e melhorar a nutrição e promover uma agricultura sustentável. Os 193 Estados-Membros da ONU adotaram em setembro do ano passado uma agenda 2030, composta por 17 objetivos e 169 metas para países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Segundo ele, este é um objetivo unir a força de todos, sejam países, empresas, instituições ou indivíduos. Guterres acredita que todos devem fazer parte de sistemas alimentares sustentáveis.

A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) publicou ontem (15) o relatório de  Estado da Alimentação e Agricultura , que considerou a exploração como uma ameaça à alimentação alimentar, à agricultura e ao desenvolvimento rural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.