Cedip: “Esta obra é reflexo de um trabalho sério, responsável, feito por quem realmente ama o que faz”

A afirmação foi feita pelo prefeito Paranhos durante a solenidade entrega do novo prédio do Centro Especializado de Doenças Infecto-Parasitárias, o Cedip

Após 18 meses atendendo a população em um endereço improvisado, o Cedip (Centro Especializado de Doenças Infecto-Parasitárias), passou a funcionar em uma nova sede, localizada na Rua Cuiabá, 2.340, no Parque São Paulo, no mesmo prédio do Laboratório Central Municipal. O Cedip atende em média 250 pessoas por dia com a entrega de medicação, atendimento médico, testagem rápida (HIV), orientação de prevenção e palestras. A entrega da nova estrutura, pelo prefeito Leonaldo Paranhos e o secretário de Saúde, Rubens Griep, aconteceu hoje (27) e teve a participação de integrantes do Grupo de Apoio Vida e atitude, dentro da programação dos 67 Anos de Cascavel que reúne mais de 108 obras e ações.

A inauguração desta obra, para o prefeito Paranhos, “é reflexo de um trabalho sério, responsável, feito por quem realmente ama o que faz; somente fazemos algo bem feito quando amamos o que fazemos”.  Ainda, segundo ele, o Município tem avançado significativamente nas ações voltadas ao atendimento da saúde. Prova disso é o grande número de pessoas que estão migrando da rede particular para o atendimento nas unidades Básicas e de Saúde da Família. “Quando a gente investe em equipamentos públicos, em tecnologia, na qualificação dos nossos servidores, quando a gente melhora o atendimento e o serviço oferecido, as pessoas passam a procurar mais os postos de saúde, e isso é a aprova de que estamos no caminho certo , investindo para melhorar a qualidade de vida da nossa população”, completou o prefeito.

Para Rubens Griep, a nova estrutura física do Cedip vai possibilitar um melhor atendimento à população, “mas a qualidade do atendimento , isso não muda, porque sempre fazemos o melhor pela população”. Na nova estrutura do Cedip, a população que necessitar dos serviços pode contar também com um o “Hospital Dia”, que é voltado ao atendimento de pacientes com HIV que precisam tomar uma medicação e não precisam ficar internados. Neste espaço os pacientes ficam em média duas a oito horas.

Para dar conta do atendimento, o Cedip conta com um quadro de 32 servidores. “O Cedip não deixou de atender aos pacientes em nenhum momento, após a nossa saída da Avenida Tancredo Neves (prédio funcionava anexo a UPA) porque os pacientes atendidos por esta unidade, não são atendidos em nenhum outro lugar. Eles dependem do nosso serviço”, explicou a coordenadora do  Cedip, Josana Dranka.

Cedip

O Cedip foi criado há 17 anos e disponibiliza aos pacientes cinco ambulatórios de atendimento: ambulatório HIV/AIDS, ambulatório de infecções sexualmente transmissíveis, ambulatório de hepatites virais, ambulatório de infectologia geral, ambulatório de profilaxia pós exposição sexual(violência ou consentida) e pediátrica e ambulatório de ginecologia e obstetrícia para mulheres HIV/AIDS.

(Secom)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.