“Caso Gramado”: nova área é definida na região Sul da cidade

Bairro Turisparque vai abrigar mais dez famílias remanescentes da reintegração de posse ocorrida em maio

A prefeitura definiu esta semana a nova área onde serão edificadas as dez moradias que ainda faltam para atender na totalidade as 30 famílias remanescentes da desocupação da área no Jardim Gramado, zona leste da cidade, ocorrida no início da maio deste ano. Elas também permanecerão na região Sul da cidade, a exemplo das outras 20 que estão com as casas praticamente todas prontas no Loteamento Petrópolis, do Bairro Santa Felicidade. Dez famílias deixaram o Ginásio de Esportes Francisco Pian, do Bairro São Cristóvão, na segunda quinzena de julho e outras dez devem mudar até o início da próxima semana.

De acordo com o secretário de Planejamento e Urbanismo, Fernando Dillenburg, duas áreas chegaram a ser cogitadas na região norte da cidade, no Brasmadeira e Pazzinato para a construção das dez casas restantes, contudo, as duas apresentaram problemas, uma vez que já estavam reservadas para utilidade pública, o que impediu a construção das moradias.

“Agora encontramos uma outra área, que não está declarada de utilidade pública. Ela tem condições de receber as famílias até que se encontre uma solução final com um programa habitacional”, detalha o secretário.

Agora essas dez moradias restantes serão edificadas na Rua Gurgel no Bairro Turisparque, nos lotes 18, 19, 7 e 6. Segundo o secretário de Ação Comunitária, José Carlos Costa, o “Cocão”, a Secretaria prepara a terraplanagem da área para receber as equipes da Cohavel e os voluntários que atuam nas obras para iniciar a edificação das moradias de 30 metros quadrados na próxima semana, assim que forem entregues as outras dez no Santa Felicidade que estão sem fase de acabamento.

As casas, a exemplo das que estão sendo finalizadas no Santa Felicidade, contarão com um banheiro de alvenaria, piso em concreto e o restante das peças em madeira de pinus doada pela Transcontinental, empresa proprietária da área do Gramado, que cedeu, ainda, as tábuas, as ripas e os caibros e as telhas.

(SECOM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.