Cantagalo: TJ devolve mandato de Valmir Silveira

O vereador de Cantagalo, Valmir Silveira, que havia sido cassado após ser condenado em primeira instância a 11 anos e 3 meses de reclusão e estava com prisão preventiva decretada conseguiu suspender a decisão de primeira instância no Tribunal de de Justiça do Paraná.

Ele já pode participar da próxima sessão da Câmara de Vereadores.

A condenação era decorrente de denúncia por peculato apresentada pela Promotoria de Justiça da comarca no âmbito da Operação Cosa Nostra, em decorrência do recebimento irregular de diárias entre fevereiro de 2013 e fevereiro de 2015.

De acordo com a denúncia, o vereador recebeu diárias irregulares em 16 ocasiões – em algumas delas, sem que sequer tivesse feito as viagens correspondentes; em outras, recebendo por mais dias do que os efetivamente utilizados. Ainda cabe recurso da decisão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.