Cantagalo está de luto oficial por três dias

O prefeito Jair Rocha da Silva assinou na tarde desta quinta-feira (3) o seu primeiro decreto de 2019, sobre um assunto que entristeceu a população de Cantagalo: A morte do médico Paulo Roberto Schmidt, que estava em tratamento de câncer e foi vencido pela doença.

Ele morreu por volta das 9 horas em um hospital de Cascavel, onde estava internado.

Pelo decreto, o Município de Cantagalo terá três dias de luto oficial em memória ao médico que desde 1986 atuava na cidade e região.

Dr. Paulo sempre teve uma atuação marcante na cidade de Cantagalo com o foco de melhorar a saúde pública do município.

Ele foi secretário de Saúde de 1997 a 2000 e também vereador entre 2009 e 2012.

No decreto, o prefeito lembrou que o médico “muito contribuiu para o desenvolvimento do Município de Cantagalo”.

Após um rápido velório na Câmara de Vereadores de Cantagalo, o corpo do médico será trasladado para a cidade de Rio Grande, no litoral do Rio Grande do Sul, onde será sepultado.

 

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.