Cantagalo: Comissão vai analisar pedido de cassação de Valmir Silveira

Sessão do Legislativo que decidiu pela investigação do vereador Valmir Silveira (Foto: Rodrigo Poyer)

O vereador Valmir Silveira (PTB), afastado pela Justiça no ano passado, mas que conseguiu se reeleger está mais perto de perder o mandato de forma consecutiva. A Câmara de Vereadores de Cantagalo instalou na noite desta quinta-feira (22) uma comissão processante para investigar o vereador, que segue afastado por decisão judicial.

Roseira foi afastado no ano passado junto com outros três vereadores acusados de irregularidades no recebimento de diárias. O Ministério Público apurou que entre 2013 e 2014 teria sido desviado mais de R$ 350 mil. As diárias teriam sido recebidas durante supostos cursos e treinamentos fora de Cantagalo, mas de acordo com a denúncia da Promotoria, os vereadores nunca participaram dos treinamentos relatados.

Agora, a Comissão Processante poderá pedir a cassação do vereador após o final do processo, que pode durar até três meses. Todos os vereadores que integram a comissão são do PSDB. A presidência ficou a cargo de Elias Mattos Almeida, a relatoria está nas mãos de Jacir Marcondes e tem ainda Orlando Dallastra como membro.

Em janeiro deste ano, a Justiça liberou Valmir para participar da votação que escolheu o novo presidente do Legislativo, mas depois ele foi afastado novamente.

A reportagem não consegui contato com o vereador para comentar a decisão da Câmara.

 

 

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.