Apenados por crimes de trânsito: PVT Cascavel ministrará curso nacional de formação para instrutores de minicurso

Programa Vida no Trânsito de Cascavel é referência nacional em ressocialização
A equipe que coordena o PVT (Programa Vida no Trânsito) em Cascavel foi convidada pela rede Vida no Trânsito Brasil a ministrar o primeiro curso de formação de gestores e instrutores na metodologia do minicurso de ressocialização para apenados por crimes de trânsito. Gratuita, a capacitação terá início no dia 1 de setembro, com 30 vagas. Ao todo, serão oito semanas de formação, no sistema EAD.

Dos sete profissionais que atuam voltados à segurança do trânsito em Cascavel e que integrarão a equipe de instrutores, alguns fazem parte do Cotrans/PVT, por meio do qual foi firmada a parceria com a equipe de Educação de Trânsito da Cettrans/Transitar, o Patronato Penitenciário de Cascavel e o Ministério Público Estadual para a realização do minicurso “Mudando atitudes, preservando vidas”, que há quatro anos ressocializa uma média de 35 condutores mensalmente. Desde abril, devido à pandemia, o minicurso está interrompido.

“Cascavel é a primeira cidade do interior a possuir uma Vara de Crime de Trânsito, a qual é responsável pelo processamento dos feitos relacionados aos crimes dolosos contra a vida e pelos crimes de trânsito, ou seja, pela execução dos atos processuais necessários ao desfecho final da ação penal, na sentença. A ideia do projeto veio a partir da demanda de apenados por crimes cometidos na via pública, onde optamos pelo fator educativo como forma de promover a ressocialização dos julgados em crime de trânsito, através de conversão de penas por prestação de serviço comunitário em instituições que atendem acidentados de trânsito e presença no minicurso, levando em conta que as pessoas têm a oportunidade de aprender mais sobre leis e comportamento no trânsito”, explica a educadora de Trânsito da Cettrans/Transitar, Luciane de Moura.

Além de Luciane, a equipe de instrutores nacionais – que tem ampla experiência na temática que é trabalhada no minicurso em Cascavel – conta com o promotor de Justiça Alex Fadel; com a psicóloga jurídica do MPPR, Karen Romero; com os inspetores da Polícia Rodoviária Federal Félix da Silva e Fábio da Silva; com o major do 4º Grupamento de Bombeiros, Amarildo Ribeiro, e com a soldado bombeiro militar Ellen Chrun.

Metodologia

A rede nacional Vida no Trânsito Brasil trabalha com objetivo de proporcionar segurança viária e oferece capacitação. Este primeiro curso destinado a profissionais das áreas de saúde, educação ou trânsito pode ser realizado também por gestores que desejam implantar ressocialização em seus respectivos municípios.

A rede segue a metodologia do Programa Vida no Trânsito, que tem como base fundamental o estímulo à formação de parcerias intersetoriais entre áreas como trânsito, saúde, segurança pública e mobilidade urbana. Há também uma forte ênfase na produção de dados integrados e confiáveis sobre os acidentes de trânsito, seguindo padrões estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde e outras boas práticas internacionais.

Sobre o curso

Os módulos do curso nacional incluem temas como processo de persecução penal aplicável aos crimes de trânsito; os crimes de trânsito previstos no Código de Trânsito Brasileiro; processos e práticas de educação de trânsito com vistas à diminuição de infrações e crimes de trânsito; as consequências das infrações e crimes de trânsito e suas estatísticas; a percepção de risco e condutas que levam às infrações e crimes de trânsito do ponto de vista da psicologia, entre outros.

Além do conhecimento, o participante terá direito a um certificado de conclusão e poderá receber mentoria para iniciar o processo de implementação do minicurso para infratores por crime de trânsito em seu Município.

Mais informações estão disponíveis no site da rede Vida no Trânsito Brasil: https://vidanotransitobrasil.com.br/curso-minicurso-para-infratores-crimes-de-transito/

(Secom Cascavel)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.