Alta tensão: Furto de energia elétrica mobiliza PM em Toledo

Policiais militares de Toledo deram apoio a equipes da Copel nesta quarta-feira (5) para interromper o fornecimento de energia elétrica que estava sendo furtada em uma residência de alto padrão na Avenida Maripá.

Esta é a  segunda fase da Operação Tensão Total, que durante operação realizada em outubro prendeu cinco pessoas acusadas de furto de energia.

 

A Operação Tensão Total de combate ao furto de energia, flagrou mais de 50 residências com irregularidades em Toledo.

O trabalho é conduzido pelas 1ª e 4ª Promotorias de Justiça da comarca, que têm atribuição nas áreas Criminal e de Proteção do Patrimônio Público, respectivamente.

De 2017 para cá, foi registrado um aumento de 18% de consumo irregular de energia. Segundo Jorge Vitor, gerente da divisão de inspeção da Copel, o prejuízo é de cerca de 6 milhões de reais na nossa região, e de 30 milhões no paraná.

O que parece vantajoso para quem se utiliza desse recurso, na verdade é crime previsto em lei no artigo 155 do Código Penal. Quem cometê-lo pode ser condenado a uma pena que pode variar de um a oito anos de reclusão, além de multa. O valor da fiança pode chegar a 20 mil reais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.