Agentes de saúde e endemias lotam debate na Câmara

Agentes de endemias durante encontro na Câmara (Divulgação)

Com 152 agentes de endemias e 198 agentes comunitários de saúde hoje em Cascavel, a audiência pública promovida pelos vereadores Romulo Quintino (PSL), Policial Madril (PMB) e Josias de Souza (PTC) contou com participação massiva na última quarta-feira (05). O amplo debate realizado teve como tema o pagamento de adicional de insalubridade para os cargos municipais de agentes comunitário de saúde e agentes de combate a endemias.

Conforma explica o vereador Romulo Quintino, “diante da importância do pedido destes servidores, definimos como encaminhamentos da audiência a contratação de um laudo independente que aponte quais são as especificidades do trabalho e também a composição de uma comissão mista com representantes do sindicato, trabalhadores e prefeitura”.

Os servidores pedem o adicional de insalubridade, em razão do tipo de trabalho desempenhado, definido pela Constituição Federal como “adicional de remuneração para as atividades penosas, insalubres ou perigosas”. Na audiência, os servidores foram representados pelo presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Cascavel (Sismuvel), Ricieri D’Estefani Jr. e pelo advogado Fábio Zacki.

Já o município alega que são tomadas todas as medidas de proteção necessárias no trabalho dos agentes e que fiscalizações constantes acontecem. Justifica ainda que não há previsão legal para pagamento. Em nome do município falaram os responsáveis pela Vigilância Sanitária de Saúde, pela Secretaria de Saúde e Administração e pelo departamento de Recursos Humanos.

Agente de endemias
O agente de combate a endemias vistoria residências, depósitos, terrenos baldios e estabelecimentos comerciais para buscar focos endêmicos, faz aplicação de larvicidas e inseticidas, orienta quanto à prevenção e tratamento de doenças infecciosas, atividades fundamentais para prevenir e controlar doenças como dengue, chagas, leishmaniose e malária, por exemplo.

Agente comunitário de saúde
Já o agente comunitário de saúde trabalha na atividade de prevenção de doenças e promoção da saúde, através de ações domiciliares ou comunitárias, individuais ou coletivas, desenvolvidas conforme as diretrizes do SUS e sob supervisão do gestor local.

(Assessoria de Imprensa/CMC)

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.