A vacina já está disponível

Edely Tápia – Jornalista- Tecnólogo em Marketing e Palestrante

Olá tudo bem?

E a família como vai?

É verdade, o ano não foi fácil. Mas será isso de todo ruim?

Eu aprendi que tempos difíceis fazem homem fortes, homens fortes fazem tempos fáceis e tempos fáceis…fazem homem fracos. São esses fracos que farão tempos difíceis e assim a vida segue em seu ciclo, trazendo ao mundo ora gerações fortes, ora fracas. Meu avô tinha uma técnica estranha com suas árvores frutíferas que não davam frutos.  Com um facão ou um machado ele machucava o seu tronco, os agrônomos que expliquem, mas de alguma forma aquelas feridas faziam com que a arvore reagisse e respondesse com frutos, muitos frutos. Dificuldades tem esse poder. Não que a gente deva ser masoquista e tentar encontrar prazer na dor, mas que ela nos tira da zona de conforto, ah isso tira. O ano de 2020 está ai pra provar isso. Em meio à dor, em meio a frustrações, o que não falta são historias de superação. Deus nos ajude que não seja necessário mais sofrimento para que nos tornemos pessoas melhores. Tenho observado que em meio a esta crise que vivemos surgem vozes egoístas que com seus gritos trazem tristeza a qualquer um que busca novos tempos no horizonte.

Já ouviu por aí algumas frases assim? – Resolvam o problema, mas, não atrapalhem meu negocio. – Acabem com a pandemia, mas não fechem minha igreja. -Eu quero me divertir não me atrapalhem. – Vacina pra mim, sabe como é (farinha pouca meu pirão primeiro).

Esse tipo de atitude confirma que o vírus mais letal é o egoísmo. Porém se o ciclo se repete, eu creio que esses tempos complicados, de gente complicada, de tantas perguntas e poucas respostas  deverão dar de presente ao mundo pessoas melhores, mais fortes em seu caráter e  virtudes tão esquecidas poderão novamente encontrar quem esteja sedenda por usá-las.

Mas não nos enganemos.  Se o vírus é o egoísmo a vacina contra ele é a família.

É nela que aprendemos que a vida é feita de altos e baixos, por isso na dificuldade o melhor e unir, não separar. É na família que aprendemos a dividir, o pão o doce, o espaço, a vida.                     É na família eu nos reconhecemos como gente e assim passamos a também enxergar que o outro é gente, tão necessitado de atenção e carinho como eu. É na família que aprendemos e entendemos a existência de um ser superior e assim passamos a ter fé. Família é a vacina contra o vírus do egoísmo porque é a única escola onde aprendemos a amar e ser amados.

É nela, somente nela que nascerão e serão forjados os homens fortes tão necessários para os enfretamentos destes novos tempos.

Que neste novo tempo que se inicia, o mundo se pergunte mais: E a família como vai?

Eu sou Edely Tápia falando direto da minha escola de amor onde eu rezo e torço junto com os meus para que a sua casa esteja bem e receba todas as bênçãos do céu em 2021.

 

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.