A mentira não prevaleceu, diz Jair Rocha sobre vitória no TRE

Prefeito Jair Rocha na abertura do evento

Por unanimidade, os sete desembargadores que julgaram um recurso impetrado pelo ex-prefeito de Cantagalo Éverson Konjunski pedindo a cassação do atual prefeito Jair Rocha da Silva e da vice Neuza Grein, negaram o andamento da ação. Jair já havia vencido em primeira instância e agora o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) referendou a decisão da comarca local.

Para o prefeito, a decisão do Tribunal “mostra mais uma vez que a mentira não prevaleceu e quando as pessoas fazem armadilhas contra as coisas certas, jamais vão conseguir ser vitoriosas”.

De acordo com Jair, o ex-prefeito acusou sua chapa de comprar votos e, para apresentar a denúncia, forjou provas compradas em Santa Catarina e Cantagalo com o objetivo de criar um fato para atrapalhar o atual mandato. “Ele sabia que não iria conseguir cassar porque nossa vitória foi conquistada por meio do voto”, diz Jair.

Jair acredita que a ação agora irá ter fim, apesar de ainda caber recursos junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). “Tenho certeza que agora morre o processo porque foram descaracterizadas todas as provas forjadas, sem nenhum caráter de verdade”, declara o prefeito.

Atrapalhos

Para o prefeito, a ação foi movida justamente para atrapalhar seu mandato. “E isso atrapalha, incomoda, fiquei dois dias em Curitiba acompanhando o processo, tem gastos com advogados, tudo isso prejudica o andamento do trabalho, mas eles fizeram isso justamente para atrapalhar porque sabiam que não iria dar em nada. Compraram provas das mais sujas que poderiam existir e colocaram para tentar atrapalhar o mandato, mas Deus é maior e concedeu a vitória mostrando que a mentira não tem vez na história”, ressalta o prefeito.

A reportagem do BOANOITE! entrou em contato com o ex-prefeito Everson Konjunski para que ele possa comentar a decisão do TRE-PR e as declarações de Jair, mas até o fechamento desta edição ele ainda não havia respondido às mensagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.