A Copa começou!

Por Rodrigo Poyer

Quatro anos após o término da Copa do Mundo no Brasil, copa do calor, da torcida, da festa, copa no País do Futebol, chegou a vez da Copa do Mundo na gelada Rússia, e não é só no clima. O torneio de futebol mais importante do mundo inicia sem muito alarde por parte de torcedores do mundo inteiro. No país sede, pesquisa feita, mostrou que a maioria dos entrevistados não conhecia Neymar, principal jogador da maior e mais importante seleção do mundo.

Aqui no Brasil, a demonstração de desinteresse com o torneio não chega a tanto como na Rússia, porém assusta pela falta de interesse de outrora, é nítido em todos os lugares a falta engajamento. Muitas discussões tentando explicar essa situação tomaram o lugar dos debates dos próprios jogos de Copa. Nesta época seria normal em qualquer mesa de bar, especialistas em tática de jogo da seleção da Dinamarca ou do Egito, por exemplo, porém, está mais fácil encontrar perito em diagnosticar o motivo do desinteresse da população pela Copa.

Enfim, interessados ou não, a Copa do Mundo teve sua abertura hoje, com jogo único dos donos da casa contra a Arábia Saudita, e diferente do clima, a temperatura foi alta por parte dos anfitriões, que golearam os sauditas pelo placar de 5×0, e arrancaram bem no grupo A, que conta ainda com as seleções de Egito e Uruguai, que se enfrentam amanha, às 9 h.

O jogo foi marcado pela estrela do técnico russo, dois dos substitutos que colocou em campo fizeram 3 gols, Cheryshev marcou duas vezes, dois golaços, e Dzyuba, que no seu primeiro toque na bola em menos de um minuto em campo, anotou de cabeça. Os outros dois tentos dos russos foram marcados por Gazinskiy, autor do primeiro gol do torneio, e Golovin, que fechou o placar. A Rússia volta a campo na próxima terça-feira, dia 19, às 15h, contra o Egito.

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.