1º semestre tem a melhor geração de emprego dos últimos cinco anos em Cascavel

A geração de empregos em Cascavel no primeiro semestre de 2019 foi a melhor dos últimos cinco anos. Os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (25) pelo Ministério da Economia (25) mostram que Cascavel admitiu de janeiro a junho 27.678 trabalhadores e demitiu 25.690, um saldo de 1.988 novos postos com carteira assinada.

No ano passado, foram criadas 1.860 vagas e em 2016 o emprego ficou negativo com o fechamento de 1.471 postos. Os números divulgados nesta quinta-feira são os melhores desde 2014 quando foram gerados 3.676 empregos.

 

Paraná

Já o Paraná gerou 40.022 vagas formais de emprego no primeiro semestre deste ano. Os setores que mais empregaram no Estado foram serviços e construção civil.

O resultado representa uma variação positiva de 1,54% em relação ao mesmo período de 2018 e corresponde a 629.437 admissões e 589.415 desligamentos. No consolidado do ano, o Paraná aparece em terceiro lugar no número absoluto de contratações e na quarta posição no saldo total de vagas de trabalho, atrás apenas de São Paulo (151.722), Minas Gerais (88.238) e Santa Catarina (49.895).

O emprego no Paraná cresceu em sete dos oito segmentos analisados. Os maiores resultados foram nos setores de serviços (25.061 vagas), construção civil (7.320) e indústria de transformação (5.996). Apenas o setor extrativista mineral apresentou um pequeno recuo, com a redução de 71 postos de trabalho.

Para o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, o resultado é fruto de um esforço do governador Carlos Massa Ratinho Junior para criar um ambiente propício aos empreendedores. Ele destaca que investimentos estão chegando para gerar mais empregos. “Apenas nos primeiros meses do ano foram prospectados mais de R$ 12,5 bilhões em complexos privados”, informa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.