Governo anuncia restrições de 14 dias para Cascavel e outras seis regiões do estado

Ratinho Junior anuncia novas medidas restritivas de enfrentamento ao novo coronavírus

Diante do aumento dos casos de coronavírus no Estado do Paraná, o governador Ratinho Junior anunciou, em um pronunciamento que realiza neste momento, o início da adoção de quarentena no Estado. Segundo ele, o Estado estava com medidas restritivas, e ainda não uma quarentena, algo que passa a ser adotado no Paraná. O anúncio veio no dia em que houve um recorde de mortes e casos registrados no Paraná, com mais de 1,5 mil novos contaminados (e 36 mortes confirmados nas últimas 24 horas. Porém, como ele revelou, ainda não é o caso de um Lockdown – ou seja, o fechamento total, quando são permitidos apenas serviços essenciais. “Precisamos fazer com que a curva perca velocidade”, afirmou o governador.

Segundo explicou o governador, essa situação de quarentena será implantada em regionais onde o número de contaminações e óbitos está acima da média. O Secretário de Estado de Saúde, Beto Preto, afirmou que o índice de isolamento no Estado é de apenas 36%, valor abaixo dos 50%, considerado o mínimo ideal. Conforme ele explica, neste mês de junho, houve uma explosão de casos – a previsão é de que o Estado chegue no dia 5 de julho com cerca de 30 mil casos confirmados.

Conforme explicado durante a coletiva, a quarentena implicará no fechamento de serviços não essenciais em sete das 22 regionais de saúde do estado, pelo período de 14 dias. Isso será aplicado nas sete regionais onde o índice de contaminação e de óbitos está mais alto. Entre as regionais estão a de Cornélio Procópio, Cianorte, Toledo, Cascavel, Foz do Iguaçu, Curitiba e Região Metropolitana de Curitiba. Ou seja: nenhuma das regionais incluídas nos Campos Gerais será impactada pela quarentena. Todos os detalhes sobre o que será considerado serviço essencial pelo governo do estado, que poderão abrir durante a quarentena, estarão detalhadas no decreto 4317, que o Governo do Estado irá publicar em Diário Oficial ainda hoje.

A quarentena nessas sete regionais passa a valer a partir desta quarta-feira, dia 1º de julho

Óbito na região

Dos 36 óbitos registrados nesta terça-feira, um é da região dos Campos Gerais, do município de Arapoti.

Mais informações e maiores detalhes em breve

Foto: Divulgação

(ARede)

Ana Luiza Bonatto da Cruz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Próxima Notícia

Ministério aprova financiamentos de US$ 790 mi para projetos no Brasil

ter jun 30 , 2020
Recursos externos beneficiarão saneamento e setor produtivo Três iniciativas nas áreas de saneamento básico e de apoio a micro, pequenas e médias empresas financiadas com recursos externos receberam aval do Ministério da Economia. A Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex) aprovou o início da preparação dos projetos, avaliados em US$ 790 […]