Dal Molin visita Curitiba para conhecer projeto Jardim de Mel

O vereador Celso Dal Molin, autor de um projeto que pretende espalhar abelhas sem ferrão pelos parques e praças de Cascavel, esteve em Curitiba para conhecer o projeto Jardim de Mel.

A ideia é trazer para Cascavel o modelo do projeto para ser implantado na cidade. As abelhas sem ferrão são responsáveis por 90% da polinização das plantas.

Para o vereador, além de serem fundamentais em uma visão integrada de meio ambiente e sustentabilidade, a instalação de caixas de abelhas no ambiente urbano deve servir para a educação ambiental.

Dal Molin esteve em um restaurante onde os clientes almoçam sem ser incomodados pelas milhares de abelhas espalhadas pelo local e ouviu da proprietária do estabelecimento os benefícios de cultivar as abelhas.

As abelhas nativas sem ferrão vivem em ninhos, organizados com três castas – a rainha, as operárias e os zangões. Seus ninhos podem ser encontrados nos ocos de troncos de árvores, no chão e em muros.

Elas alimentam-se de néctar e pólen, enquanto fazem a polinização; e armazenam o alimento em potes de cera, mel e pólen. São responsáveis pela existência da maioria das espécies vegetais, incluindo os alimentos.

Avatar

Luiz Carlos da Cruz

Jornalista desde 1998 com reportagens publicadas em grandes jornais do Brasil, como a Folha de S. Paulo e Gazeta do Povo. Teve passagens pelos jornais Gazeta do Paraná, O Paraná e Hoje, onde foi editor-chefe, além do portal CGN e Rádio Independência. Fundador dos jornais Boas Notícias e Boa Noite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.